segunda-feira, novembro 12

No Stress...

Estou a morrer de saudades do futuro. Quero os dias de Natal em casa:
- mimos da mãmã (sim sou aficcionada do cafuné maternal e pratos quentes com ternura);
- acordar cedo e instalar-me no sofá para aquela delicia que só o sofá e belo do zapping oferecem;
- andar de pijama e arrastar o cobertor comigo para qualquer lugar, mover-me como uma
preguiça pedrada (com o mesmo pestanejar e tudo);
- falar com os diversos membros familiares (pai, mãe, irmão, avós, primos e primas, tios e tias e sim as vizinhas também se incluem neste circuito) e inteirar-me de assuntos sem a minima importância mas que sigo atentamente: algumas como se fossem foto-novelas bem kitsch, outras tragédias constrangedoras e outras ainda (das minhas primas de 6 e 11 anos) como um grande e louco festim!
- não pensar em grande coisa...andar simplesmente à procura do próximo prazer: enervar o meu irmão, puxar-lhe a cadeira onde ele se está prestes a sentar, assustá-lo com conversas mentirosas que muitas vezes têm uma longa duração...enfim, torturar o puto fisica ou psicologicamente. Ou melhor ainda: enervar os gatos, obrigá-los a ficar no meu colo de barriga para cima e falar-lhes muito muito sériamente num têtê-a-tête tenebroso. Repetir neste processo, como uma ladainha, a palavra "cão". Hummmm....
Enfim...só de pensar nestas possibilidades já fiquei melhor. Estou, de facto, mais calma.

3 comentários:

miss gija disse...

ainda bem...é isso que se quer ;) ...está quase lá...os anuncios ja estão ai...bombons, perfumes lda. as ruas com luzes...está mesmo quase.

Hydrargirum disse...

Que bela descrição...fizeste-me lembrar os meus Natais de criança!

Há tanto tempo que não é assim!!!...o Natal já não é o que era....

Rosa disse...

Para os meus gatos a ladainha inclui a expressão 'arroz de coelho'... :P