quarta-feira, dezembro 10

isto mais parece um baby-cat blog

Eu adoro fazer listas e sintetizar conhecimento. É uma mania que apanhei na faculdade, quando tinha de fingir que estudava. Fingir para os meus pais claro, que foram os desgraçados que bancaram aqueles quatro maravilhosos anos de puro divertimento.
Ultimamente senti necessidade de fazer as seguintes:

Ameaças e punições psicológico-auditivas que a Lady Cat sofre:

Eu mato-te.
Eu esfolo-te viva.
Eu entrego-te aos chineses.
Eu vou-te bater forte e feio.
Tu vais ver.
Espera que vais ver como elas te coçam.
Já me puseste fora de mim.
Eu estou doida contigo.
Tu matas-me.
Tu queres acabar comigo.
Eu vou acabar contigo.
Não voltas a sentir o cheiro das wiskas tão cedo, minha menina.
Põe-te a pau.
Põe-te fina.
Não me queiras ver enervada.
Estás aqui, estás a comê-las.
(em casos gravíssimos) Vê lá se queres ir viver para o cu de judas! (refiro-me à casa dos avós dela, meus pais)

Estes castigos são aplicados:

Quando chego a casa e vejo a cortina do WC esfarelada pelo corredor.
Quando chego a casa e vejo a terra das plantas espalhada pelo chão e pelo sofá.
Quando a mordidela e/ou a arranhadela provoca danos nas células e/ou vasos sanguíneos, provocando a perfuração e/ou dilatação da pele, vertendo o meu sangue e/ou linfa.
Quando sou acordada (mesmo que de uma forma amistosa).
Quando ela afia as unhas no tapete.
Quando ela ignora por completo as minhas chamadas de atenção.

Nomes que a Lady Cat tem:

Macaca Bacana
Pequerrucha Acetinada
Ximiusa-pikatchu
Bananoíde do Coração
Múnki-miiiinki
Pichotita Cinzenta
Animal Bère-Bère
Minhoca Tesuda
Gata Gostosa
Cinderela Coqeluche
Prima-afastada da Kitty
Nhócócó
Miss Pussy
Susy dos Santos
Piranha Agreste

Situações em que lhe chamo esses nomes:

Quando ela manifesta a sua felicidade quando eu chego a casa.
Quando ela faz um ron-ron muito sonoro.
Quando ela se engasga a comer e fazer a ron-ron ao mesmo tempo (Eh pá. Foscasse. Lembrei-me duma coisa. Sou um bocado porcalhona.)
Quando eu mostro o bem alimentar mais caro lá de casa – Wiskas Saquetas.
Quando ela me aquece os pés (nesta situação o meu cérebro fica tão ludibriado que só consigo aplicar as designações onomatopaicas)
Quando ela me olha fixamente e inclina a cabeça.


Agora todos ao mesmo tempo, quero ouvir um grande e meloso “Ooohho!!”

5 comentários:

R.L. disse...

Pichotita Cinzenta é MUITO BOM!!!
Uma vez fui apanhada a meter a minha gata no frigorífico... por sorte, apanharam-me em flagrante.
Outra vez as minhas irmãs chegaram com carne picada e disseram que era a minha gata.
Eram más. :P

R.B.M. disse...

Ohooooh! gostei especialmente do primeiro nome carinhoso, porque uma das minhas gatas também é apelidada com um semelhante: macaca cigana. rima com bacana. se calhar as nossas gatas são primas afastadas ou isso.

Maria Inês disse...

ai ai ai que me dói a barriga ahahah! quero uma indemnização cara lady!

medusasss disse...

"Ooohho!!"

PKB disse...

Ooohho!! =)