terça-feira, dezembro 30

ler este post aos 40, quando me perguntar "mas porque é que não virei dondoca?"

É pena não termos um interruptor do amor. Seria óptimo poder enviar uma mensagem para o 3939 (“e nãaoo te esqueçaas! Para ligares ou desligares o teu interruptor do amor basta ligares o 39! 39!”) e subscrever o serviço (ainda que custasse 4 euros por semana), que a minha vida ficava bem boa. Toda esta rebuscada introdução para vos contar que há um moço bom nas horas e filho de boas famílias que anda a arrastar a asa para cima de mim mas, infelizmente, tô nem aí.


(teria piada dizer que tenho de ter muito mais cuidado com aquilo que desejo se não fosse da praxe ser sempre a última a perceber que algo se passa no mundo dos iogurtes - um rebuçado para quem se lembrar desta expressão)

E ultimamente o rapaz só mete o pé na poça. Hoje foi assim:

Eu - … Pois, ainda não sei onde vai ser…eu já me sinto em 2009 na verdade…às tantas fico a ver os fedorentos no sofá…
Ele – Hum…e não queres vir até ao Algarve? Vou sozinho no carro…e ias adorar a malta que vai…eu gostava que fosses…
Eu – Pois. Eu agradeço mas, sinceramente, não me apetece.
Ele – É pena…
Eu – Pois. Fica para a próxima. (que é o mesmo que dizer “Lá para 2010”)
Ele – Então…se não nos VIERMOS até lá… VIRMOS até lá… hum, cof, hum, um bom ano para ti.
Eu – (vermelha, depois roxa, depois azul, depois vermelhona) Obrigada. Para ti também.

Estou tão feliz por isto se ter passado ao telefone.
Eu não entendo porque é que fico corada até às orelhas pelas gafes dos outros.

4 comentários:

PKB disse...

Deixa lá... eu teria rido feita parva. Beijinhos!

Maria Inês disse...

ahahah, pobre moço!

misskitsch disse...

Esquece o Cacém, a raposeira e o bater dos tachos.
Sugestões de Reveilhão no meu blogue... only for you, lady indecisa!

**

il lato nero disse...

ahahahah
Fugiu-lhe a boca para a verdade!
Bom Ano!