quarta-feira, dezembro 31

lady sweet-candy-queen water

Disseram-me assim: “passa o último dia do ano como gostarias que fosse o ano inteiro”.
Queria passar o ano com essa amiga que está a um oceano de distância. Também queria passar o ano com amigos que estão a pular de coffee shops em peep shows como se andassem a saltitar sobre nenúfares. Mas como está tudo fora e eu fiquei cá dentro (e não me apetece seguir o slogan vá para fora cá dentro), estou a curtir o dia da melhor maneira possível. Fui tratar da garrafinha fashion para mim, mas como nem álcool me apetece (estou mesmo do contra, não dou hipótese), tenho aqui uma água de luxo 42Oe um copo de luxo e vou tratar-me como uma rainha. Que é assim que quero passar o ano.

Vou ter um 2009 maravilhoso e vocês também!
(confetis)
(sorriso)

terça-feira, dezembro 30

ler este post aos 40, quando me perguntar "mas porque é que não virei dondoca?"

É pena não termos um interruptor do amor. Seria óptimo poder enviar uma mensagem para o 3939 (“e nãaoo te esqueçaas! Para ligares ou desligares o teu interruptor do amor basta ligares o 39! 39!”) e subscrever o serviço (ainda que custasse 4 euros por semana), que a minha vida ficava bem boa. Toda esta rebuscada introdução para vos contar que há um moço bom nas horas e filho de boas famílias que anda a arrastar a asa para cima de mim mas, infelizmente, tô nem aí.


(teria piada dizer que tenho de ter muito mais cuidado com aquilo que desejo se não fosse da praxe ser sempre a última a perceber que algo se passa no mundo dos iogurtes - um rebuçado para quem se lembrar desta expressão)

E ultimamente o rapaz só mete o pé na poça. Hoje foi assim:

Eu - … Pois, ainda não sei onde vai ser…eu já me sinto em 2009 na verdade…às tantas fico a ver os fedorentos no sofá…
Ele – Hum…e não queres vir até ao Algarve? Vou sozinho no carro…e ias adorar a malta que vai…eu gostava que fosses…
Eu – Pois. Eu agradeço mas, sinceramente, não me apetece.
Ele – É pena…
Eu – Pois. Fica para a próxima. (que é o mesmo que dizer “Lá para 2010”)
Ele – Então…se não nos VIERMOS até lá… VIRMOS até lá… hum, cof, hum, um bom ano para ti.
Eu – (vermelha, depois roxa, depois azul, depois vermelhona) Obrigada. Para ti também.

Estou tão feliz por isto se ter passado ao telefone.
Eu não entendo porque é que fico corada até às orelhas pelas gafes dos outros.

disco, só em mixed drink


O fim do ano é já amanhã. Não faço a mais pálida ideia onde e o que estarei a fazer às 12 badaladas (parece que o último minuto tem 61 segundos, que bom).
E não me apetece rambóias. Nem enfiar-me num vestido de lantejoulas. Muito menos saltos altos, isso é que nem pensar.
O que eu queria mesmo com muita força era uma praia brasileira com muito povo, traje branco iemanjá e uma caipirinha ou duas. Mas, em princípio, não vai dar. Só se sofrer fortes alterações ao nível da percepção da realidade.

Vou tratar de adquirir uma garrafinha fashion. Amanhã ou logo se vê.

segunda-feira, dezembro 29

adenda ao post anterior

Às vezes consigo entender-me, mas é muito, muito, muito dificil. É preciso muito empenho em dias de sorte. Que Lady complicada. Foscasse.

Lá sossega um bocadinho quando fala na terceira pessoa.

domingo, dezembro 28

a negrito, as expressões mais lindas

O que é que uma rapariguinha Leão com ascendente em Leão faz num Sábado à noite quando está aborrecida e deprimida por estar com uma zona lombar refastelada de sacarose?
Vai à procura de directrizes astrológicas profissionais na internet.
Não cheguei a grandes conclusões sobre o meu futuro mas, encontrei um texto sobre as mulheres que nasceram sob este signo que quero guardar aqui, não vá um dia mais tarde estar na mesma circunstância - entediada e anafada e a precisar de um lifting no ego.
Mulher, se és Leão, vede com os teus próprios olhos o que um brasileiro qualquer disse sobre ti:

"A mulher de Leão é muita areia para o caminhãozinho de qualquer um.
Ela é uma jóia rara que não se encontra em qualquer lugar!
(até aqui tudo certo)

Existe algo na mulher de Leão que pode assustar os homens: sua popularidade com o sexo masculino! Poucas são as leoninas que não vivem cercadas por muitos amigos e não possuam uma coleção de ex-namorados. Se você é do tipo de homem que detesta saber que é o vigésimo a ocupar o coração de uma mulher, desista! E nem pense em tentar controlá-la ou forçar a barra para que jogue fora as fotos dos ex-namorados. Ela é de Leão e este signo detesta ser controlado ou governado. E ela não tem culpa de ter nascido com esta capacidade maravilhosa de aglutinar o sexo oposto ao seu redor!
(se assustei muitos homens não me parece que tenha uma vasta colecção de ex-namorados...ai, ai, senhor astrólogo. temos aqui uma séria contradição. já estou confusa.)

Se você sofre de complexo de inferioridade, a melhor coisa que deve fazer é esquecer esta "Rainha"!
(é verdade.)

O homem que espera que uma garota de Leão se ajoelhe para adorá-lo vai acabar dando com os burros na água, quando se trata da leonina! Fique feliz apenas com o facto dela permitir que a ame e fique do seu lado! Ela pode amar com muita paixão e intensidade, mas grande parte deste amor é direcionado para ela mesma! Se existe alguém que realmente se ama, esta pessoa é a leonina! Apesar desta frase parecer um tanto egoísta, ela não tem nada de egoísta. Esta mulher pode ser muito generosa, bondosa e compreensiva. O que ela faz é apenas deixar claro que nunca aceitará ficar em segundo plano!
(ou seja, eu sou um poço de mania ambulante sem capacidade de amar ninguém. estúpido de merda.)

Apesar de fazer cara de pouco caso quando ouve um elogio, ela simplesmente não pode viver sem eles! E, é muito importante de nunca se esquecer de alimentar seu ego. Mas, seja criativo! Ela não se emociona com frases feitas ou românticas. Não adianta dizer que a ama, que está perdidamente apaixonado! Isto funciona com outras mulheres.
Com ela o melhor é dizer: "Você é espetacular!!"
(isso meu bem. é que é isso mesmo. ha ha ha.)

Ela não é gananciosa ou uma mulher de coração frio e ambicioso. Ela só acha que se tem dinheiro para comprar um anel de brilhantes, por que vai dar um brinquinho de latão?
A leonina adora gastar com roupas, sapatos e geralmente seu gosto é excelente, apesar de um pouco caro.
(eu nem sou de ficar contente com pecinhas da H&M nem nada. receber um raminho de flores que há a 1.90 eur na Monceau Fleurs já era bem bom seu estúpido!)

Ela pode parecer meiga, ter maneiras delicadas e ser tão suave e calma que podemos pensar que se trata de uma mulher de Libra. Não se iluda! Deve ser apenas uma daquelas fases quando seu orgulho está adormecido. A mulher de Leão não tem nada de tímida ou submissa. Tente provocá-la um pouco para ver como ela volta a ser a Leoa de sempre!
(- Oh querido és tão fofi... [eh lá...querem ver que esta filha-da-mãe é uma balança?? - Parvalhão! Eu é que sei! [ah não. ufa. é Leoa sim senhor.])

A melhor maneira de viver ao seu lado é nunca querer vencê-la ou dominá-la, mas sempre estar ao seu lado de igual para igual! Mostre-se forte e capaz de vencer qualquer dificuldade na vida e ela vai adorá-lo!
(isso. bananas é que não.)

Em se tratando de sexo, é muito raro encontrar uma leonina que tenha algum tipo de dificuldade para conseguir prazer. O sexo para ela é um prazer e tudo que tem a ver com prazer consegue incendiá-la. Seu apetite sexual e sua desenvoltura na cama podem assustar alguns homens, mas ela não vai arredar um centímetro na busca daquele orgasmo!
(hum-hum. sou boa, boa, boa.)
Apesar de todo seu orgulho e vaidade, a leonina dificilmente é arrogante ou insuportável, como muitos poderiam supor.
(pois não, pois não.)

Na verdade ela costuma ser uma pessoa tão amável e carinhosa com as pessoas que ficam difíceis ver qualquer defeito nela. Os amigos nunca conseguem ver uma pessoa orgulhosa quando estão ao seu lado.
(uma jóia de moça. e boa, boa, boa.)
O que a gente vê é uma mulher com tanta autoconfiança que ficamos maravilhados. Seu magnetismo e charme conseguem derreter qualquer coração. Ela costuma ser um poço de bondade e nunca pensará duas vezes antes de fazer um sacrifício para ajudar um amigo que está em apuros!
(é verdade.)

É mais fácil encontrar chifre na cabeça de cavalo do que encontrar uma leonina que se deixe ver desarrumada.

Ela jamais vai se deixar ver vestindo um roupão velho ou os cabelos cheios de grampos e a cara coberta de creme! Na verdade, pouquíssimas são as leoninas que costumam ficar desarrumadas. Mesmo se estiver sozinha em casa ela vai preferir vestir um shorts novo ao invés de uma calça velha de moletom. Afinal, ela não se veste bem apenas para se mostrar bela para o mundo.
(hum. é verdade. só que hoje não conta)

Se está apaixonado por uma mulher de Leão, parabéns! Você tem uma mulher que sabe ser elegante, tem bons gostos, adora aventuras e sabe fazer amor como poucas. Ela não é do tipo que gosta de reclamar da vida ou fica deprimida facilmente. Todos os dias em que acordar e ver esta mulher ao seu lado, pode ter certeza de que é um felizardo que conseguiu conquistar uma das melhores mulheres do mundo. Sei que às vezes será um pouco duro lidar com seu jeito imponente e seu orgulho, mas os momentos de bom humor e optimismo farão com que sempre esteja pronto para levantar da cama e viver a vida com mais alegria!
(é verdade, eu sou mesmo a melhor das melhores. leão com ascendente em leão, imaginem o power de mulher que aqui está.)

terça-feira, dezembro 23

segunda-feira, dezembro 22

previsões 2009

Ainda não passei a consoada mas já estou a pensar em 2009. Ainda não sei onde e com quem como as 12 passas e faço um brinde mas já só penso em 2009. Ainda não dei o guarda-jóias em forma de coração das Princesas da Disney à minha afilhada (sim, sou madrinha!) e já só penso em 2009.

É que ando cá com umas ideias que vai ser um ano cheio de revoluções outra vez.

Previsão # 1 - Profissão

Volvidos seis meses, enchi o saco de ser Lady Croquete. Estou farta e estou-me nas tintas. Que isto de andar a passar a mão pelo pêlo de alguns, levar patadas de outros, sentir o cheiro das galináceas e de vez em quando lá receber uma chamada para passar ao senhor doutor ou coisa que o valha, não é nada coisa que eu queira para mim. Aprendi a lição do vale mais 900 euros na mão mas um trabalho que se adore do que 1000 euros na mão com seguro de saúde e subsídios de natal e de férias e um trabalho que se odeie.
Portanto esperam-me grandes chatices. Explicar isto aos meus pais e aos meus amigos mais capitalistas vai ser um inferno.

Previsão #2 - Dinheiro

Vou ter de economizar (ainda mais) capital. Tenho de comprar mais umas quantas coisas para o meu habitat mas, sobretudo, tenho um bilhete de ida-e-volta a comprar. Que eu hei-de ir ao Brasil.

Previsão # 3 - Saúde e bem-estar

Para começar a cumprir a previsão # 2 vou deixar o ginásio e mentalizar o seguinte mantra – “Não basta pagar a mensalidade do ginásio para tirar partido dos benefícios do exercício físico.” E das duas uma – ou faço as pazes com a minha bike ou passo a correr. Portanto (que clássico, meu Deus) no ano de 2009 vou criar o salutar hábito de ginasticar.

Previsão # 4 - Sorte

A necessidade de economizar tem um objectivo – educar o meu espírito, fortalecendo-o e enobrecendo-o com fortes valores, convicções e espírito de sacrifício. Na verdade eu vou ganhar o euromilhões e será uma soma que me permita (no mínimo) pagar todo o empréstimo ao banco.

Previsão # 5 – Crescimento pessoal

Vou tornar-me uma pessoa mais doce e sensível. E também ainda mais gira. Vou atrair energias positivas. Posso fazer mais amigos, mas isso não é importante. Importante é que não me falhem os que já tenho. Vou combater a preguiça e os ataques de necessidade caseira e vou sair muito mais. Vou continuar a investir em psicoterapia que estou a adorar esta coisa de descobrir coisas em mim que eu não sabia que existiam.

Previsão # 6 - Amor

Vou apaixonar-me à grande e estou-me nas tintas se vou ser correspondida ou não.

sexta-feira, dezembro 19

and now for something completely different...

...sou só eu ou isto é ideia de alguém muito mais idiota (mas muito mais) do que nós todos juntos?


o meu 1º poema

Oh! como é bom
fazer o que nos dá na telha,
no Toys ‘r Us
em pleno fervor natalício,
ignorando os olhares medrosos das púdicas mães,
desafiando as leis e a moralidade.

Oh! como é bom
nunca ter tido um Nenuco na vida
mas ter sido muito feliz
com uma Cabagge Patch,
e reecontrá-la no Toys ‘r Us
e ficar emocionada
a pontos de sentir desejos de comprar uma,
para uma futura filha,
com medo que depois na altura não haja.

Não sou nada normal!
Mas Oh como é bom!

quarta-feira, dezembro 17

ofereço-vos com todo o gosto


Querem um presentinho meus bébés? Querem? Sim?

E que tal se fosse um vídeo, onde eu aparecesse com um outfit Jane Fonda? Algodão só nas canelas, o resto toda eu só lycras mais-ou-menos brilhantes, o cabelo devidamente eightie’s-zado. E se nesse video, e com esse outfit, mostrasse a minha melhor habilidade no mundo do workout?

Os meus amigos não me deixam mentir – eu aguento o tempo que quiser com o hula-hoop, e em diferentes velocidades rotativas. A minha mestria com as ancas e o meu jogo-de-cintura é tal, que o meu pai fica sempre com cara de cócó quando mostro a minha habilidade em confraternizações familiares. É que dá cabo de qualquer ambiente digno ou assim-assim. Eu tenho poucas qualidades, mas as que tenho são estrondosamente fixes e agitam a cabeça de muitos. Eu sei que converto o cérebro dos observadores desta prática em algo parecido com um compal de morango.

Se quiserem e pedirem muito, nesse vídeo também posso acompanhar a suave, erótica mas divertida rodagem das ancas e parte superior do tórax (consultar videos no youtube - pesquisar por “Shakira”) com uma canção à vossa escolha OU interjeições de surpresa/ espanto/ admiração/ prazer.

Para tal basta preencherem o cupão acima e enviarem por e-mail para o ladyohmygod@gmail.com, junto com o vosso donativo para o NIB que enviarei a quem perguntar por ele. Assim que a Campanha LADY IS BETTER THAN FONDA fizer chegar à minha conta 249,99 eur, compro uma Nintendo Wii para poder exemplificar convenientemente tudo isto de que vos falo.
A compra da webcam, a captação de imagens e o lançamento do referido vídeo neste blogue será da minha inteira responsabilidade.

Sempre vossa,
Lady Lycra

sábado, dezembro 13

por ti deixava a droga



Há muito muito muito muito tempo que não me via assim.

Mas graças ao seriado Weeds (vinde a mim audiências do google.br) encontrei-me.

Juro que tive de passar as mãos pelo cabelo como o Fèher fez pela última vez , sorrir como quem vê a luz, (é de mau gosto? azar. xô audiências mainstream) e repetir ao longo dos episódios que tenho consumido como quem não tem mais nada para fazer:

tem calma, é só um homem
nem é nada de especial, é só um homem
não mordas a almofada, é só um homem

sexta-feira, dezembro 12

não oferecer à Lady, please

Eu acho que 2009 vai ser um ano de viragem.

(Maya, se estás aí, o que é bastante provável, vai daqui beijinhos daquela com quem trocaste impressões na feira esotérica de Oeiras em 1999.)

Este mês está a ser um mês de decisões difíceis e bastante complexas numa época que se quer de paz, amor e rabanadas. A propósito de rabanadas, sou só eu, ou esta palavra tem qualquer coisa de estranha? Ra-ba-na-das. Ra – ba – na – das.
Mais um típico momento em que consigo isolar o significado do significante e depois dá nisto. Fico com a cabecinha oca.

Bom, agora que já não me lembro minimamente do que queria dizer, resta-me deixar aqui uma lista de itens a não oferecer. Para entrarmos em 2009 com o pé direito (ah 2009, ano de viragem, era isso. Cá está - o meu cérebro afinal não me falha…)

O ano passado também fiz uma lista de presentes envenenados e está mais útil e engraçado do que esta.


A Enya mete nojo. Pan-pipes também. Se isoladamente são o que são, a simbiose é aflitiva.


Ao contrário de mon-chèries, eu sinto-me misticamente ligada aos Ferrero Rochers. Mas estou farta de fazer figuras deprimentes para conseguir entrar nos meus jeans mais justos. Uma caixinha ainda vá que não vá. Também não é uma caixa que me vai transformar na Fiona, não é?

Trabalhinhos e coisinhas fofas em decoupage deixam-me enjoada. Jamais oferecer.


Adoro mariquices para o banho, sais e óleos e velas e aromoterapia. Pena não ter banheira.
Peluches e coisas divertidas daquelas lojas que vendem papiros do género "Para a melhor namorada do mundo"... sem comentários.

quarta-feira, dezembro 10

se um jantar de Natal incomoda muita gente...

...cinco jantares de Natal incomodam muito mais.

isto mais parece um baby-cat blog

Eu adoro fazer listas e sintetizar conhecimento. É uma mania que apanhei na faculdade, quando tinha de fingir que estudava. Fingir para os meus pais claro, que foram os desgraçados que bancaram aqueles quatro maravilhosos anos de puro divertimento.
Ultimamente senti necessidade de fazer as seguintes:

Ameaças e punições psicológico-auditivas que a Lady Cat sofre:

Eu mato-te.
Eu esfolo-te viva.
Eu entrego-te aos chineses.
Eu vou-te bater forte e feio.
Tu vais ver.
Espera que vais ver como elas te coçam.
Já me puseste fora de mim.
Eu estou doida contigo.
Tu matas-me.
Tu queres acabar comigo.
Eu vou acabar contigo.
Não voltas a sentir o cheiro das wiskas tão cedo, minha menina.
Põe-te a pau.
Põe-te fina.
Não me queiras ver enervada.
Estás aqui, estás a comê-las.
(em casos gravíssimos) Vê lá se queres ir viver para o cu de judas! (refiro-me à casa dos avós dela, meus pais)

Estes castigos são aplicados:

Quando chego a casa e vejo a cortina do WC esfarelada pelo corredor.
Quando chego a casa e vejo a terra das plantas espalhada pelo chão e pelo sofá.
Quando a mordidela e/ou a arranhadela provoca danos nas células e/ou vasos sanguíneos, provocando a perfuração e/ou dilatação da pele, vertendo o meu sangue e/ou linfa.
Quando sou acordada (mesmo que de uma forma amistosa).
Quando ela afia as unhas no tapete.
Quando ela ignora por completo as minhas chamadas de atenção.

Nomes que a Lady Cat tem:

Macaca Bacana
Pequerrucha Acetinada
Ximiusa-pikatchu
Bananoíde do Coração
Múnki-miiiinki
Pichotita Cinzenta
Animal Bère-Bère
Minhoca Tesuda
Gata Gostosa
Cinderela Coqeluche
Prima-afastada da Kitty
Nhócócó
Miss Pussy
Susy dos Santos
Piranha Agreste

Situações em que lhe chamo esses nomes:

Quando ela manifesta a sua felicidade quando eu chego a casa.
Quando ela faz um ron-ron muito sonoro.
Quando ela se engasga a comer e fazer a ron-ron ao mesmo tempo (Eh pá. Foscasse. Lembrei-me duma coisa. Sou um bocado porcalhona.)
Quando eu mostro o bem alimentar mais caro lá de casa – Wiskas Saquetas.
Quando ela me aquece os pés (nesta situação o meu cérebro fica tão ludibriado que só consigo aplicar as designações onomatopaicas)
Quando ela me olha fixamente e inclina a cabeça.


Agora todos ao mesmo tempo, quero ouvir um grande e meloso “Ooohho!!”

domingo, dezembro 7

2009


Chegou a altura do ano em que eu ando muito excitada porque tenho de ir escolher uma agenda!

quinta-feira, dezembro 4

hello santa! greetings from ladylândia!


Olá Pançudo. Cá estamos. Mais um aninho. Está frescote. Neve é que não há e tenho muitas saudades. Mas não se pode ter tudo, não é? A vida custa a todos, não é? Pois é.
Fui chafurdar o passado deste blogue e dei conta que te pedi umas quantas prendinhas o ano passado. Pois foi. Mas este ano foi muito complicado, sofri muito e fiquei montes de adulta. Estou mais madura e mais sensata e agora faço coisas diferentes.

Estou a escrever-te, meu bom Papi Natalício, porque este ano sou eu que te vou oferecer coisas. Vou dar-te provas do meu crescimento. Tenho um par de calças 38 que começam a apertar-me. Oh! Estou a gozar!
O que eu queria dizer é que não te vou enviar uma lista. Até porque este Natal, quando todos estiverem animados na noite da consoada; quando a lareira estiver a iluminar os rostos um pouco ruborizados com o vinho do Porto; quando der com os olhos da Mami docemente postos no Papi que tira à socapa mais um mon chèrie enquanto galhofa sozinho o “como dividimos?...HEHEHEHE”; quando a minha avó estiver com uma lagrimita prestes a saltar de orgulho porque a neta mais nova aprende e desenvolve com eficácia os ensinamentos que a neta mais espectacular lhe transmite; quando o chão já estiver cagado com pelo menos um Ferrero Rocher; quando o meu irmão já me tiver dito “butes fazer um jackass? Vamos ver quem é que consegue comer mais fatias daquele bolo de ananás e não vale vomitar pelo nariz”; quando o Mr. Been já tiver oferecido os botões/olhos ao seu ursinho; quando a minha tia já estiver a contar pela quinquagésima nona vez aquela história de quando o meu tio teve uma dor de barriga tão grande que teve de parar o carro na auto-estrada, galgar os rails com a mestria de um veado e correr como se não houvesse amanhã, todo torto pelo pinhal fora…

…quando a noite de consoada estiver neste ponto-de-rebuçado…

…vou colar o nariz no vidro da janela, olhar candidamente para o céu e vou chamar por ti. E com todo o meu coração, com as minhas mãos frágeis coladas ao peito, depois de suspirar mornamente contra o vidro, e escrever “I Love Christmas” graças ao vapor do meu doce hálito, vou-te pedir três desejos com todas as minhas forças.
Constata que não são coisas, nem nada que se compre e repara na minha sapiência conseguida após 25 árduos anos de vida.

Primeiro – que nunca me faltem consoadas desta natureza
Segundo – que nunca tenha dores-de-barriga como a do meu tio
Terceiro – o 1º prémio do Euromilhões (de preferência, até ao 1º trimestre de 2009)

Beijinhos açucarados cheiinhos de mimo, da tua fofi
Lady Dog

ps – curto-te bués.
ps2 - a Lady Cat pode ter isso da foto aí em cima? obrigada.

terça-feira, dezembro 2

psicoterapia nova ou usada, sem vícios, precisa-se urgentemente, para relacionamento sério.

Peço a vossa especial atenção para este post. Eu acho que deveria ser internada. Não sei…digam-me coisas.

A minha noite foi um longo pesadelo, acordei exausta e chorosa (e com a Lady Cat a lamber-me a ponta do nariz) depois disto:

Momento 1 – Algures na baixa lisboeta, está tudo muito escuro, nevoeiro e tal e “vai ocorrendo” um terramoto super enervante que não é terramoto coisa nenhuma. Ora ameaça tremer um bocadinho, ora sossega. Ora parece que o mundo vai acabar, ora parece que não foi nada. Não ata nem desata. Um sufoco. Eu estava no meio de uma multidão, com a mami e o papi…e enquanto esta palhaçada vai acontecendo, conversamos de uma forma mais ou menos trivial.

Possíveis causas – o simulacro? Ontem ter ouvido e fixado a palavra epicentro? Nunca ter sentido um terramoto e desejar sentir um bocadinho? Ou isto é tudo muito simbólico e não-sei-quê?

Momento 2 – Estou num caminho de calçada meia dourada tal qual a rua do mundo do Feiticeiro de Oz. Atrás seguem amigos a conversar alegremente enquanto eu caminho à frente, numa espécie de penitência, a chorar compulsivamente e desesperada como uma madalena arrependida enquanto me fustigo mentalmente com uma certa e determinada musica. Um passo atrás, ao meu lado, segue o estropício do meu ex-namorado, mais ou menos nas mesmas condições. Um bocadito pior. Olho para trás, o coitado está todo curvadinho e mirrado, até que cai morto no chão. Eu fico a olhar para a cara dele toda cinzenta e com os olhos abertos. Fico aterrorizada mas nesse exacto segundo ele pestaneja e eu sigo o meu caminho chorosa.

Possíveis causas
– andei a experimentar sapatos vermelhos e lembrei-me do Feiticeiro de Oz; o meu ex-namorado lembra-me o espantalho do Feiticeiro de Oz; sinto-me actualmente em penitência por alguma razão indecifrável – e penitência rima com abstinência. (Sexo? Álcool? Drogas? Rien. Estou pura que nem uma grama de coca colombiana saída directamente do produtor.)

Momento 3 – Repentinamente, estou no ginásio onde está a acontecer uma aula. Só que eu só vou ginasticar com as músicas que me apetece. Quando não me apetece, amuo e vou para os balneários. Depois da aula forma-se uma fila e o monitor dá um lanche a cada aluna. Eu aponto o dedinho a metade de uma panqueca rançosa. Depois, uma tipa que andou comigo na primária pede um pão e uma maçã vermelha e faz uma sandes de maçã. Eu fico furibunda porque deveria estar a comer uma sandes de maçã e não meia panqueca.

Possíveis causas – aqui não há margem para interpretações complexas. Sinto-me angustiada por andar a faltar ao ginásio e sinto-me gorda que nem um cachalote.