segunda-feira, janeiro 26

água mole em pedra dura

Recebi há dias no meu mail o primeiríssimo sintoma de que em Fevereiro há um certo festejo que fica mais ou menos entre os dias 13 e 15 (era um cupão de desconto para um fim de semana romântico não sei onde).

Como sou uma gaja interessada, fui verificar em que dia da semana calha neste bonito 2009, a tal celebração. E informo-vos em primeira mão que é a um Sábado.
O que é que isto significa? Que os festejos têm todas as razões e mais alguma para começarem à Sexta com variadíssimos jogos sexuais que até podem incluir óleo de amêndoas doces (não tentem adivinhar que não vale a pena) e acabar ao Domingo ao fim da tarde a dar cabo de uma caixa inteirinha de
de
de
vá lá, pensem um bocadinho
uma caixinha inteirinha de

Haagen dazs

(que na Segunda é dia de picar o ponto e toda a gente sabe que é muito doloroso trabalhar em certas circunstâncias)

Pois é. Mas a mim calhou cocó.

(abro aqui um divertido parênteses para informar que este post é especialmente dedicado aos meus amigos que já andavam a esfregar as mãos de contentes com a possibilidade de me verem dondoca e, evidente, viverem boas ocasiões à custa do orçamento)

O rapazinho gant-timberland-juventude psd bem que me pode apitar à porta de casa montado no Chevrolet
bem que me pode tentar ludibriar com sms surpreendentes
bem que pode vir ter comigo com o rabinho a dar a dar
bem que me pode propor actividades recreativas mesmo giras como ir dar umas voltitas de barco e ir jantar num sitio “paradisíaco…”
bem que pode inventar as desculpas mais adoráveis para me por os olhos em cima
bem que pode ter todo o jeito para me fazer sentir uma princesa da Disney

que eu, coitada, sinto-me uma lesma sem cornos que não tem sequer vontade de um ligeiro afago no dorso.

Há quem se interrogue da minha inexistente vida amorosa e intermitente vida sexual.
Não sou obesa e tomo banho todos os dias, o que só por si já faz de mim uma mulher bastante apetecível (pelo menos aos olhos de 99% dos homens).
Junte-se a isso o facto de eu usar um 36 copa B e ser tudo aquilo que vocês sabem e não sabem, e temos aqui um verdadeiro case study.
Resumindo – o problema não é deles. É meu.

De modos que não há pachorra para tanto paleio “e porque é que não experimentas uma cambalhota com ele, ai já sei é porque tens alguém e não dizes, quem é quem é quem é” e como eu sei que há por aí muita Lady que, parecendo que não, também se chateia com estas merdas de conversas que, parecendo que não, não matam mas moiem, segue aqui um rol de provérbios que, parecendo que não, ficam sempre bem e são um verdadeiro remate-ponto-final sem que fique aquele ambiente pesado no ar.

Caríssimas, se assim o entenderem, usem e abusem:

Mais vale só que mal acompanhado.
Olha para ti e fica-te por aí.
Saber esperar é uma grande virtude.
A fome é o melhor tempero.
Guarda-te do tolo, se tens algum miolo.
O mal está nos olhos de quem o vê.
Quem com farelos se mistura, porcos o comem.
Apressado come cru.
Cada um sabe as linhas com que se cose.
Este mundo é uma bola; quem anda nela é que se amola.
Há males que vêm por bem.
Quem conhece o seu Coração, desconfia dos seus olhos.
Quanto mais conheço os homens, mais gosto dos cães.
Quem boa cama fizer, nela se há-de deitar.
Quem tem Saúde e Liberdade é rico e não sabe.
Na primeira quem quer cai; na segunda cai quem quer; na terceira quem é parvo.
Nem todas as verdades se dizem.

8 comentários:

Maria Inês disse...

gosto particularmente do guarda-te do tolo, é assim fofinha ao seu jeito.

R.L. disse...

quem conhece o seu coração, desconfia dos seus olhos. ora nem mais.

Olho de Lince disse...

LOLOL "quem com farelos se mistura, porcos o comem"! Esta não conhecia, muito bom! Aliás, execelente recolha de sabedoria popular portuguesa =)

misskitsch disse...

A fome é o melhor tempero é genial"! *nota para a mesma: guardar para usar numa situação adequada*

E o 14 de Fevereiro é um real poo poo, que não se aguenta! Antes levava tudo com as rosas, o jantar no "chenês" e um aconchego - porque ele há datas que são propícias ao aconchego!
Agora, depois da ASAE, leva tudo com as rosas, o jantar num italiano qualquer e um aconchego (sem o familiar cheiro a chao mei de galinha)




*

PKB disse...

Cada um sabe as linhas com que se coze, é um bom provérbio!

Beijinhos!

Anónimo disse...

99% dos homens dizem:

"A ti não te custava nada e a mim sabia-me tão bem!"

Susymary disse...

E há pouco tempo descobri este:
"cadelas apressadas parem cães cegos"
que é um bocadinho nojento, but to the point... ou não....

Leididi disse...

Bem bom para complementar o meu post de ontem. Eu também tenho um problema. Mas estes provérbios também me vão servir para esse outro problema que é a pressão social. Ora muitóbrigada.