quinta-feira, fevereiro 26

não é defeito, é feitio

Eu gostava de ter (pelo menos) uma boa razão que me fizesse acordar às dez para as seis, que era a hora que eu deveria acordar se quisesse manter a minha vida organizada, o sofá sem migalhas, a cama feita, o lixo no lixo. Não tenho a minha vida organizada. Acordo às sete e dez sem qualquer razão. Quer dizer
tenho de ir trabalhar é evidente que tenho de ir trabalhar, porque sem dinheiro não me oriento e seria mesmo muito triste não poder pagar a água quente do banho mal tomado de manhã. Mas deve ser dos filmes ou das séries ou da televisão ou da publicidade
as vidas dos outros parecem-me, assim no geral, uma coisa fantástica - há quem vá para o estrangeiro e tudo.

E eu continuo com os mesmos rituais de merda. Chego à meia-noite e é ver-me com uma gata aos pés da cama, a ouvir o barulho do frigorifico que,
(já agora aproveito para desabafar)
está a ficar cada vez pior.
E chega a hora de escolher qual é a hora a colocar no alarme do telemóvel - qual é a hora que eu deveria acordar; qual é a hora que eu quero acordar, qual é a hora que posso acordar.
É uma equação fodida com umas nove variantes (vai daí e é bem capaz de ser só uma)

E todos os dias decido sempre a mesma merda – dez para as seis. Vai para mais de quinze dias que não consigo. E não vale a pena pensar que é a porcaria do trabalho, que não é.
É tudo.

14 comentários:

joaot disse...

é o mesmo comigo...bom mas amanha ja faço tarde xD

sweetie disse...

Não tá fácil.. tens de arranjar um emprego com horário mais flexível e ajustado.. tipo das 3 às 5 da tarde parece.me bem.. =P

P. disse...

eu cá já vivia numa série de tv, já... é tudo muito mais simples e arrumado :)

macaca disse...

Muitas vezes o problema é mesmo haver demasiadas séries de televisão onde tudo é perfeito!Até as vidas de caca são glamourosas, gaita. Não há nada que mostre aquele vazio horrível de não haver nada que nos satisfaça, que faça realmente sentido? De tudo ser assim-assim? O problema, Lady, é quando nos deixamos entrar nessa espiral... Não te deixes acreditar que estás deprimida porque quando deres por ti estás mesmo. Experimenta aulas de dança, de culinária, vai ver filmes parvos, vê cursos de línguas abroad, inscreve-te num desporto improvável! Pode ser que nada resulte mas pelo menos hás-de de te distrair e quando deres por ti já não te lembras pq é q tudo parecia tão manhoso.

Neuza disse...

Cá eu também acho que não nasci naquela fornada destinada a ter uma vida fabulosa.

Maria Inês disse...

darling, BA hj?

Cindy disse...

A quem o dizes!
E depois de manhã é ver-me com umas trombas do tamanho do Mundo, porque tive que correr e ainda cheguei uns minutos atrasada!

Beijokas e bom fds!

Serena disse...

Eu consigo dormir 1h30min a ouvir o despertador, demoro 1h a despachar-me e saio de casa com olhos de abelha todos os dias. Quando chego ao trabalho (sempre tarde) toda a gente me pergunta o que tenho, com ar preocupado, tal é o estado em que me encontro. Enfim...

crème fraîche disse...

é bom trabalhar só à tarde lol

Sunrise disse...

Podes crer que é uma frustração! Há quem consiga fazer tudo: trabalhar, sair, divertir-se, namorar, ver exposições, ir a concertos, viajar, comprar roupa, tudo, tudo e mais não sei o que! Outros, limitam-se a uma vidinha: casa-trabalho e trabalho-casa. Que raiva!

Sanxeri disse...

Infelizmente a rotina faz parte da vida da maioria de nós. Coisa tão chatinha...

Princezinha disse...

Eu sou daquelas que foi para o estrangeiro e acredita...nem tudo é como as séries que vemos na televisão....mas enfim, digamos que é uma realidade mto diferente da portuguesa, não que a portuguesa seja má, apenas.....diferente! Bjinhos e bom fds (desforra-te no fds)!!

Ana disse...

Percebo-te tão bem!! Horarios raramente cumpridos à risca..vida chata "como ó caraças"...onde os bons momentos passam a correr e os outros, os chatos, feios e maus, se arrastam fazendo os segundos paracerem horas.

Nem a escrita sai em condições..portugues muito baralhado, just like my head!

Miguel disse...

Tudo é uma questao de perspectiva. Se vires de outra maneira o que te aborrece, vais ver que fica mais leve. Se tiveres que ver tudo de forma diferente, ja o fiz, faço-o e nao morri!

Adorei o post. Fica fantastica!