domingo, abril 5

chique chilique

Venho pelo presente agradecer a uma série de senhoras que me ajudaram ontem, no Maxime, pelas duas horas da madrugada:

Obrigada à senhora que imediatamente gritou “Eu sou enfermeira, afastem-se!”. Sempre quis viver um momento como esse (e pensava que só acontecia nas telenovelas). Obrigada por me ter pegado pelos tornozelos, elevando-os, fazendo de mim um perfeito ângulo de 90º que, à partida, tinha tudo para ser um ângulo elegante e sedutor se não fossem as cuecas visíveis à vista desarmada. Com passarinhos tipo cartaz do Woodstock.

Obrigada a outra senhora que impediu a outra senhora de chamar uma ambulância, esclarecendo que, apesar do cheiro, não se tratava de um coma alcoólico, mas sim, de uma habitualíssima quebra de tensão. Aliás, fãs desesperados por me conhecer, seus doidos, se um dia virem uma gaja muito gira desmaiada em cima duma mesa ou assim – sou eu. Escusam de vir meter conversa porque não consigo dizer um ai nessas aflições. Mas sempre se podem abeirar para uma palmadinha nas costas e dizer “Adoro o teu blogue, és a maior. As melhoras”.

Obrigada também à senhora que me massagou as têmporas com água fresquinha, que me segurou a mão e que de vez em quando cuidava de me fechar o decote para não ficar tão exposta.

Ah! Obrigada ainda (especial obrigada este) à senhora que me mandou levantar a língua e vazou um pacotinho de açúcar, com muito cuidadinho, tooodo lá dentro.
Foi muito fixe. É que geralmente sou sempre tão desprezada nestas alturas.
Tomam-me logo por bêbeda só porque estou numa valeta qualquer aninhada com uma garrafa de cerveja.
É só tensão baixa, juro.

8 comentários:

MissKitsch disse...

Sempre disse que cuecas com bonecos nã é boa ideia... uma pessoa nunca sabe como ou a quem as vais acabar por mostrar!



E açucar debaixo da lindua? Remédio santo!
Melhorzinha?

*

Rita disse...

Já me aconteceu isso várias vezes, mas obviamente sem esse alarido todo! :)

Piston disse...

"nestas alturas..."

Estou a ver que quebras de tensão em bares, contigo, é mato.

R.L. disse...

será quebra de tensão mesmo?
gostei do pormenor do "toooodo" lá dentro.

Mak, o Mau disse...

E eu a pensar que era sempre o último copo é que caiu mal...

A mim dá-me bastante é quebra de atenção. Mal começo a falar em bares, as pessoas tendem a voltar-me as costas...

Pulha Garcia disse...

Já passei por isso. Quem anda à chuva molha-se...my lady.

PS- Como estava a noite no Maxime? Já há uns tempos que não passo por lá...

Lady Oh my Dog! disse...

estou melhor, obrigada malta fixe.

Pulha,
aquilo estava mais ou menos. O pessoal estava boa onda (tanto que foi o que se viu), as pin-ups fizeram um burlesco giro mas a música enjoa passado um bocado.

é bom para início de noite :)

Maria Tudor disse...

eh eh eh

Oh mulher e nem um homem se chegou à tua beira ???? Panisgas...