segunda-feira, maio 25

buá.

Esta que vos escreve (mal e com muitos erros ortográficos mas é o que se pode arranjar, paciência)
acaba de entrar numa semana novinha em folha que nem um caderno limpo pronto a estrear, com uma espécie de elefantíase, apesar dos especialistas me garantirem que tudo não passa de uma cárie. Veremos então, se é isso, ou se daqui por uns tempos me encontrarão na baixa, de portátil ao colo, a escrever-vos com um tupperware para moedinhas.
Parece que vou tomar mais uma caixa de antibióticos e mais uns quantos comprimidos para me acalmar as dores. Seria tudo muito bonito se eu gostasse destas coisas, mas eu odeio estas drogas e só me apetece berrar e bater com a cara nas paredes (com o lado que dói).
E depois, já estou a sofrer por antecipação, porque eu bem sei o que se segue depois de uma dose cavalar de antibióticos. É tiro e queda – tenho de me injectar com um fungicida. Sim, sim – comichões de meia-noite, isso mesmo. É o que dá ter um ecossistema cheio de manias.
Portanto, são estas as minhas circunstâncias actuais, embora isto não interesse nem ao Baby Jesus.
Acrescente-se a isto os sonhos de hoje, que não vos vou contar, mas que me foderam a cabeça bastantemente.
(eu sei que bastantemente não existe)
Adeus. Vou tentar não morrer.

9 comentários:

macaca grava-por-cima disse...

Tenta bastantemente, tá???

Hang in there!!!

Piston disse...

Oh, vida cruel!

macaca disse...

Eu tenho uma amiga de uma prima que sofre do mesmo, lady.

Sereia disse...

As melhoras!

Golem disse...

Cá para mim isto é caso para a APAV. O que as mulheres inventam para para encobrir os maridos agressores. Cáries... Sim, sim...
És tu e o Nuno Guerreiro.

Luz disse...

Um ecossistema que não suporta antibióticos sem desiquilibrar o número de parasitas. Como eu te entendo. Buá de solidariedade. Mesmo.

~Eu disse...

é bom que trates bem desse dentinho e o mais breve possivel. Eu a ultima vez que andei de avião (o que vais fazer brevemente)fiquei muito pior de um dentinho que tinha em mau estado. Parece que a altitude acelera essa porra toda!!! Ah, já agora, nessa viagem eu tb ia para o Brasil...

Nuno Medon disse...

olá! Dores de dentes, são as piores dores do mundo! Beijos e as melhoras!

Maria Inês disse...

não sejas maricas pá! pronto, pronto, está tudo bem ehhehhe! beijo