quarta-feira, setembro 2

a tpm, em concreto

é uma gaja muito ansiosa em bicos dos pés, em cima da cama, agarrada à almofada, a chorar que nem uma parvalhona (até aqui, tudo normal, sou só eu)

porque:

1 – não consegue matar a aranha que está na parede;
2 – não consegue dormir com uma autêntica aranha viva dentro da sua casa imaculada.

12 comentários:

Clara disse...

as aranhas são um presságio de franca evolução financeira.

Bimby disse...

Já comi aranhas estufadas e são bem boas!!! Especialmente se forem daquelas gordinhas e peludas..."nada se perde tudo se transforma" :)

Laetitia disse...

E istosomos nós as gajas na nossa sobrevivência à tpm :p

R.L. disse...

tinha de te mostrar a aranha que tive de matar o ano passado. devia ter uns 6 cm de pata a pata e era peluda... sim, parecia uma tarântula...!!!

Ricardo Gomes disse...

Será que fugias do homem-aranha?

:)

Beijo

Ca Delicious disse...

Mas é que eu não durmo MESMO! Revive-me perfeitamente nas tuas palavras. MARAVILHOSO!

kuka disse...

Eu revi-me aqui.Parece os posts que tenho escrito sobre estas vacas de 8 patas.No outro dia ia tendo um fanico de tal modo,que quando a vi mexer pelo corredor,agarrei na caixa cheia de pulseiras que tenho e atirei para cima dela.A caixa ainda está no corredor...

Angelo disse...

Ai o que me ri com isto!

Mas deste conta da aranha?

Eva disse...

As ÓRMOINAS dão cabo de nós!

Golem disse...

A casa precisa de um homem, daqueles à moda antiga, espantalhos para todo e qualquer bicho rastejante.

paddy disse...

Lol uma vez estive meia hora de pé estática a chorar porque entrei no quarto e estava uma lagartixa no tecto, e eu tinha medo que ela se mexesse.

Miss Própria disse...

As palavras mais sábias de sempre. =)


É a verdade pura! Eu não durmo com uma aranha viva em minha casa! mas também não sou capaz de a matar. É ridículo, mas atormenta à mesma!