terça-feira, janeiro 5

pus um bambi porque nunca tinha ilustrado nada com um bambi e acho isso pouco correcto da minha parte


Venho dar conta de uma situação extremamente desagradavel, que, a continuar assim, é má onda. Não vou estar com meias palavras nem rodeios – sou pessoa para finar em breve. Morrer, exactamente. Ora recuemos até ao dia 31 do passado ano. Começo a sentir graves dores no ovário direito que me impossibilitaram de várias actividades, nomeadamente caminhar pela rua como uma diva, obrigando-me a fazer o meu trajecto com um certo ar de Corcunda de Notre Dame e com o sobrolho franzido. Como sabem, odeio drogas (excepto as recreativas que me oferecem uma visão geral do mundo muito mais aprazível). Mas como estava em sofrimento lá cedi à toma de be-nu-rons.

Chegada a passagem do ano e derivado à toma de susbtâncias anestesiantes e divertidas a coisa foi-se resolvendo. Dia 1 lá permancia o ovário estragadissímo, a pulsar histérico, todo mauzão. Feita uma breve pesquisa no google percebi que tinha um cancro horrível mas a boa noticia é que venci-o com paracetamol.

Chega-se à noite e esta que vos escreve começa a notar que tem um rim direito em mau estado. Dores de meia-noite, não podía estar sem parecer uma grávida agarrada às costas e a caminhar com a pança (pancinha aliás, um bocadinho saliente mas fofinha) mandada para a frente e vão mais dois ou três analgésicos para fazer de conta que não se passa nada. Acordo no dia seguinte de madrugada a choramingar como uma mariquinhas, a achar que devia ir às urgências, que não era normal. Mas eu sou uma tipa responsável. Deixei-me estar muito quietinha e acabei com as caixas de brufene e paracetemol.

Ontem à tarde começa-se-me a subir uns calores fígado acima. Não é bom sentir o fígado todo inchado e palpitante. Assim uma dor aguda tão forte e chata que não posso tossir, espirrar, fazer força, aspirar o cotão da sala. Esta noite estava convencida que ia morrer e enquanto não encontrava uma posição pacifica, nem me podia virar sem dar um ui, ia reflectindo sobre o meu percurso de vida e quem me iria esperar quando chegasse ao purgatório.

Tirando os problemas mentais sempre tive uma boa saúde. Mas está visto que chegou a hora da ter uma valente falência múltipla dos órgãos vitais. (ai)

Adeus. (deixa-me cá revirar os olhos e por as costas da mão na testa)

18 comentários:

AstroBoy™ disse...

Nem te atrevas mulher!

b.vilão disse...

Psicossomático. É tudo psicossomático. (Pelo menos eu esforço-me por acreditar nisso com todas as minhas forças)

R.L. disse...

estás com o período?

M. disse...

O fígado inchado poderá ser excesso de paracetamol. Nimeds, Be-nu-rons, aspirinas e outros tantos atacam o fígado.
Secalhar as urgências...
As melhoras!

Buttafly...fly...fly... disse...

Tenho a dizer que fiz um post sobre o seu blog, cara senhora. Espero que não se importe.

;)

Ideafix disse...

Deixa, mulher doente, mulher para sempre.
Eu sei o que tu passas. Eu próprio tive um tumor no olho esquerdo entre o Natal de 2008 e o Ano Novo. Um caso perdido!

Anónimo disse...

hummm, tu tens a certeza que foi o ovário, o rim e o fígado, não poderá ter sido apenas a tripa (ela anda para lá às voltas pelas entranhas) a arrebentar de metano?

Frutinha disse...

Ai caraças que eu tive que me rir!!!!!
Mas agora vamos la falar a serio, secalhar uma ida ao senhor doutor nao era má de toda!!! so assim.. a ver..

gi disse...

lolol... perdoa-me o riso, mas escreves de uma maneira muito engraçada! Falando mais a sério, espero que não seja grave e que melhores depressa! ***

O Meu Pau de Canela disse...

As melhoras.

bjinhos

JC disse...

sabes assim de repente e pela descrição que fizeste da crise até diria que tiveste uma cólica renal. E se foi dou te os parabéns por teres aguentado!!! lol

Anónimo disse...

tpm

Nuno disse...

Tou de Banco no Domingo, 24horas, no São Francisco. É só apareceres...consumo mínimo: duas dextroses e um Lactato de Ringer, entrada "moderada" por uma taxa de 4,80Euros. :) Põe-te fina Lady...

Reparei agora que, para te enviar este comment, terei de inserir uma palavra...e ela é, vê lá tu, foodo. Tens responsabilidades "nisto"? :) bjinho

Anónimo disse...

Opinião de psicanalista:

Este feriado prolongado te obrigou a uma abstinência forçada com a qual já não mais estava acostumada o que gerou uma série de sintomas histéricos.
Prescrição Freudiana: pênis normallis
Tempo de recuperação: imediato

Lady Oh my Dog! disse...

r.l.,

nada de período (não faças a piadinha "estás gravida!")

psicanalista:

desta vez o "diagnostico" não bate certo...

bom, sintam-se todos muito cumprimentados.

Anónimo disse...

"Tirando os problemas mentais sempre tive uma boa saúde."

Tu és hilariante!!

Loose_ends

An7ónio disse...

LOL
grande título para o post! ilustração melhor ainda.

Bruninha disse...

Fui ver... Era o ovário!