sexta-feira, outubro 1

tipo, vou agora para casa, tipo, estou a sair do escritório de onde deveria ter saído tipo ao fim da tardinha,

são 00h51. tipo, se isto é amor à camisola eu não quero imaginar o que seria se fosse
A-AH! esperavam de mim uma piaduxa fácil só porque estou num inacreditável nível de cansaço?
vocês magoam-me os sentimentos.

6 comentários:

Crente disse...

Isso não é amor à camisola, é amor ao outfit completo!

Anónimo disse...

Olá Lady,

também dá que pensar quantas horas teria cada trabalhador de trabalhar a mais, para colmatar as malhas extensas do desemprego. A camisola, essa fica cada vez mais larga.

Rita disse...

Corajosa..
*

miss gija disse...

situação delicada, amor à camisola é sempre relativo...para mim (e já passei por essa experiência durante uns aninhos) horas extras sem serem pagas é escravatura.

Mak, o Mau disse...

Eu sou totalmente a favor do amor à camisola. Até aparecer alguém que me dê uma camisola melhor.

Princezinha disse...

Amor à camisola?? Já nem eu sei o que é isso, a minha rasgou-se e agora faço dela pano para limpar o pó!!