sexta-feira, dezembro 31

Preparei duas taças de noodles que comemos na cama. E começou o ano. Trabalhei no dia seguinte, e no seguinte, e no seguinte e todo o ano muito e nem sempre correu bem. Tenho de recomeçar às vezes mais do que uma vez por dia. A crise vai-me ao bolso a toda a hora, andei sempre atenta ao papelinho que sai no multibanco. Não viajei. As minhas férias foram uns 30 mojitos no Bairro Alto, os santos os melhores de sempre, demos uma festa engraçada, acabei o verão a desesperar por mais verão. Eu só queria ter uma boa vida, ser habitué em alguns restaurantes e que nunca me faltem vestidos – nem sempre foi assim mas algumas vezes foi. Não sei que raio de voltas deu o ano, o que é certo é que depois de Agosto seguiu-se o Setembro e trabalhei mais. A minha casa andou um pandemónio. A cozinha nunca teve tanto serviço, até o fogão se desentupiu à força dos tachos. Lembro-me da Morcela com ananás, Pizza de presunto com cebola caramelizada, mixórdia de legumes com requeijão, figos no forno com queijo de cabra, canjas com orégãos e hortelã, cheesecake e bolachas de manteiga. Chivas, Martinis e partimos todos os copos de vinho (é verdade que só tinha dois). Melhor que 2009 às custas de uma companhia melosa. Quis escrever mais mas faltou-me tempo. Li mais e vi mais filmes. Comecei a correr, fiquei histérica por conseguir correr. Um quarto de hora, meia hora, uma hora. Fui seis vezes ao dentista, cortei o cabelo de dois em dois meses. Em cinco estrelas dou praticamente quatro a 2010.

4 comentários:

Anónimo disse...

já ninguém te comenta?

Lady Oh my Dog! disse...

pelos vistos, comentas tu...

macaca disse...

Consegues sempre por as bloggers todas a um canto! Feliz ano novo, lady, tu mereces, tenho cá para mim...

Menina Limão disse...

Como assim? A mim nunca me encostou a um canto e eu bem queria que o fizesse e me lambuzasse toda, não me digas que faz isso às outras todas, oh, vou ter de cortar os pulsos já hoje, porra, nunca sei onde tenho o x-acto.